quinta-feira, 27 de Maio de 2010

Capar Melões (etc) - Parte II

Neste momento já existe um post mais completo sobre capar melões.
Pode ser encontrado com o título de "Capar Melões - Desenhos"  (31 de Julho de 2012), ou então basta carregar no link que se segue:
http://paixaodahorta.blogspot.pt/2012/07/capar-meloes-desenhos.html

*********************************************************************
Este acto já foi amplamente comentado num post anterior, com a respectiva referência. Assim sendo, não pretendo acrescentar mais nada, para além, e simplesmente, de comentar as imagens!

As imagens 1, 2 e 3 representam três pés de melões distintos, e todos eles estão “virgens” (leia-se, sem capar).

Este, julgo, que será o melão mais vigoroso…
As “contas” que eu utilizei foram as seguintes: como todas as espécies são estrangeiras, e eu não sei o sistema utilizado nestas espécies nos respectivos países, e também sei que há quem não cape melões (ou por não saber???, ou porque serão mais adaptados à “virgindade”???), vou deixar assim por capar, um pé de cada espécie.
Os 4 pés distintos, que não consegui mais germinados, vão todos “à faca”.
No final saberei quais os resultados mais adequados (mas desde já digo que privilegiarei o sabor, à quantidade e tamanho).
Este agrada-me…Apesar de não estar tão crescido como o da imagem anterior, noto umas folhas firmes e vigorosas (queira DEUS que seja para
permanecer).
Esta imagem é muito útil para explicar o procedimento da imagem 4.
Aquelas folhas que as setas estão a indicar chamam-se Cotilédones (eu chamo-lhe orelhas… é mais “barato”…e simples…) .
São as primeiras folhas (falsas) a surgir após a germinação da semente.
Cá está o “verdadeiro artista” já capado!
No tal post que já referi no início deste, o primeiro link, mostra um pé de melão completo, e com um X assinalar o local exacto a capar, ou seja, alguns centímetros acima da segunda folha verdadeira.
Os cotilédones não são folhas verdadeiras, por isso, não entram na contagem.
Reparem que lá diz quando as plantas possuem 4 a 5 folhas – pois eu não ligo à quantidade de folhas, eu “guio-me” pelas vinhas que nascem nas “axilas” das duas primeiras folhas (rascunho A). Quando já estão assim lançadas é que capo (normalmente com o tamanho da imagem 2).
Então é assim: esta imagem mostra um pé de melão já sem os cotilédones.
Os rascunhos B são as duas primeiras folhas verdadeiras.
Os rascunhos A são as duas vinhas que nasceram nas “axilas” das folhas principais.
Reparando de novo no link, onde diz « Deuxième taille » , consegue-se ver na perfeição, as duas vinhas (rascunho A) que nascem das duas folhas principais. Exactamente o que a minha imagem documenta!
A partir daqui não toco em mais nada – é uma vinha para cada lado, que dará mais ramagem e depois os frutos (dos dois lados).
 Outro pé de melão também já capado (estou é a ver ali 2 folhas a mais…tenho de conferir na horta…)!
Depois de capar, assinalo no plástico, com um marcador de feltro, a respectiva “lembrança”.
Este já se pode “exprimir democraticamente”… Desde que dê bons e saborosos frutos, não haverão “revoluções”…até lhes garanto dinastia…
Ficou ali esquecido um cotilédone. Têm as horas contadas…

Bifurcação de tomateiros:
Esta imagem é um dos meus Jóia de Oaxaca.
É bem visível a bifurcação em V.
Neste momento o tomateiro possui duas ponteiras (cabeças, etc), e como já falei noutro post, é de bom senso “livrar-se” de uma destas pontas, como se pode ver nas setas amarelas.
Depois de escolhida a ponteira a eliminar, ou seja, a mais “pequena” e que não tenha flores, então é só cortar (seta azul). Podia ter cortado onde se nota um traço amarelo, eliminava mais um ramo de folhas, mas não havia qualquer problema.
Agora a única ponteira depressa tomará vigor, e já não haverá tomates pequenos e tardios, depois desta acção!
Tudo entendido, ou nem por isso?...

17 comentários:


Já;capei alguns dos meus melões da maneira como vem a explicar neste comentário.Agora vou dar o meu conselho e umas dicas como capar melões( sou da zona norte e conheço bastante a cerca do melão casca de carvalho) que consiste no seguinte...Quando o melão apresenta 3 ou 4 folhas verdadeiras (não contem os cotilédones) suprimem o caule acima da 3ª e limpam o olho que se desenvolve na axila dessa mesma,deixando nascer 2 rebentos só nas 2 primeiras folhas e nesses mesmos rebentos vão nascer os frutos,quando esses mesmos já estiverem desenvolvidos, podem suprimir o caule 2 ou 3 folhas a frente.PS: se nascerem rebentos nos cotilédones suprimem esses mesmos.
Paulo Costa a 10 de Junho de 2010 às 18:29


Viva!
Paulo Costa, já "vi" que você é cultivador de melão (e Casca de Carvalho).
São sempre bem-vindas as sugestões de um profissional; ficam todos os visitantes do blog a ganhar com as boas dicas!
O sistema que eu utilizo foi retirado do link francês, em 2008, e como eu em 2009 cultivei várias espécies francesas, era o sistema mais adequado.
Mas no fundo, Paulo Costa, vêm a dar ao mesmo...ou seja, eu corto um pouco acima da segunda folha verdadeira, e em cada uma dessa folhas, nas axilas, nascerão uma nova guia.
Você corta acima da terceira folha, mas ao suprimir o rebento que desponta na axila da terceira folha, fará com que nasçam só os rebentos das duas primeiras folhas verdadeiras, em suma, o resultado é igual...
Diga-me só uma coisa, se não for confidência: Você quando capa o pé de melão, em que tamanho o faz (mais ou menos). Vê-ja a terceira imagem deste post para lhe servir de "tela"!
Saudações,
António



Boas:
Sr. António, para responder a sua questão digo o seguinte:
o tamanho da planta na terceira imagem é o ideal para capar a primeira vez...eu digo primeira vez porque dependendo do desenvolvimento da planta por vezes é preciso seguir as mesmas instruções nas duas guias que aparecem nas duas primeiras folhas, caso não apareçam os frutos nessas mesmas...(seguir sempre este passo até que apareçam as primeiras flores macho)



Quero acrescentar o seguinte:
para terem um melão com um bom porte não depende só da poda, mas sim também da sulfatação, da terra (descansada) e da adubação, aconselho que ao sulfatar adicionem na calda adubo foliar e quando aparecerem os frutos adubar a terra sem encostar adubo ao pé do melão porque este mesmo pode queimar.

Saudações;
Paulo Costa


Olá, viva!

Paulo Costa, vou-lhe pedir um favor: Trate-me por tu, você, minhoto, “selvagem”…etc. Mas não me trate por Sr. O Senhor está no Céu!
Não leve a mal esta “mania” que eu tenho de não gostar de ser tratado por senhor…
Ah, e muito menos por engenheiro (fidalgo); “este” faz-me lembrar uma tragédia grega… em S. Bento…
Agora sobre os seus comentários.

Continua...

Agradeço-lhe estes dois comentários sobre podar melões; são dicas úteis a ter em conta, e vindas de um profissional valem muito!
Sobre o comentário das 12:59, apenas quero sublinhar um pequeno lapso seu, onde diz «...(seguir sempre este passo até que apareçam as primeiras flores macho)».
Você queria dizer flores fêmea?...
As flores macho, são as primeiras flores que aparecem, por isso se capa para “acelerar” o aparecimento das flores fêmea.
Em relação ao comentário das 20:33: Pois fiquei com algumas dúvidas à “deriva”…e como você “já tem calo” no assunto, vou aproveitar.
Sobre a terra descansada ou rotação das culturas já sabia (aliás, a ver se faço um post sobre o assunto?...);  o que eu quero saber, e claro, se for possível responder…era:
- Você sulfata os melões na fase da floração (e as abelhinhas…)?...
- Sulfata só com Calda Bordalesa?
- Qual é o adubo foliar que utiliza normalmente?!?
- Que medidas utiliza normalmente (água = litros / Calda Bordalesa = colheres)?...
Tenho uma questão mais pessoal, e que até gostaria de saber mais do que as anteriores: Este ano (meu terceiro de melões), apareceu-me por baixo das folhas dos melões, uns pontos negros (parasitas?/piolhos?etc?). O que é aquilo e como se elimina (lembro que os melões já estão carregados de flores)?!?
Saudações,
António



Boas sr . António:
desde já agradeço a correção que fez ,mas a minha intenção é tentar simplificar a poda, porque não sei se ja reparou (no meu caso tem sido assim) que normalmente tem de capar 3 vezes e so ai é que aparecem as primeiras flores macho, adivinhando ai que nas proximas guias vão aparecer as flores femea.
É verdade que isto depende do desenvolvimento da planta, porque eu aqui cubro a terra com um plastico preto e outro incolor por cima para fazer de estufa e normalmente so tiro este mesmo definitivamente quando tenho de capar a segunda vez (se o tempo estiver bom caso contrário cubro outra vez).
quanto ao adubo foliar aconselho um adubo normal, (quase sempre de cor verde) e para por perto do pé normalmente utilizo também o adubo normal de cobertura. Peço desculpa mas de momento não lhe sei dar nomes especificos mas com tempo eu vou por aqui nomes e quantidades para fazer uma calda de sulfate que normalmente utiliso e desde já lhe posso adiantar que na calda utilizo praticamente a base de produtos sistermicos.
Quanto ao sulfatar com flor eu não tenho problemas, apenas quando utiliso o (DECIS) para o mesmo problema que me vem a explicar no comentário e desde já o aconselho a utilizalo o mais rapido possivel.
   
PS:

Desculpa o sr. mas e força do habito



Boas :
Tenho vindo a tentar explicar neste link a melhor maneira de podar  e tratar melões (casca de carvalho) pelo motivo seguinte:
Não sou um profissional como o António diz mas apenas um bom apreciador de um bom melão (casca de carvalho).
O meu motivo é o seguinte:
Como bom apreciador deste melão, à cerca de 5 anos comecei a cultivar este mesmo devido ao seu paladar e também devido aos preços que por esta zona também se praticam, e como tenho uma area de cerca de 7 m2 de terra para cultivar resolvi experimentar cultivar esta raça de melão, aprendendo com profissionais e com meu Pai que sempre foi agricultor (o qual me einsinou varios tratamentos para os problemas que normalmente aparecem nas plantas) e assim comecei.
Agora vou rezumidamente dar alguns conselhos icenciais para o cultivo deste melão.
Se já leram os comentarios anteriores nao venho acrescentar muito mais:
Á cerca da poda ou como capar os melões, basta verem o  link françês que o Antonio aqui Já referiu, quanto à sulfatação vou dar umas dicas que podem ser uteis, mas o António neste caso deve ser muito mais experiente e caso contrário do que vou indicar aqui que ponha a sua questão ou dica...:
Quando o pé do melão ainda esta prematuro (ainda na faze de estufa) eu utilizo numa maquina de sulfatar de 16 litros o  sguinte:
 16L de agua, 3 colheres de sopa de MANCOZEB e 3 tampas da garrafa de 1L de adubo foliar,normalmente utilizo este tratamento de 15 em 15 dias o maximo 3 vezes, (ou 45 dias) e depois começo a uzar outros tipos de FUNGUICIDAS  (à base de sistermicos como o VITIPEC AZUL ou RIDOMIL (por vezes juntos e sempre com adubo foliar)) para não haverem resistencias de FUNGOS.
NUNCA UTILIZAR MAIS DE 3 VEZES O MESMO FUNGUICIDA por este mesmo motivo.
E mais relembro que não se esqueçam de adubar o pé do melão na faze de floraçao (ou quando aparecem os primeiros frutos) e também quando estes mesmos ja estiverem a meio do seu crescimento.

SAUDAÇÕES:
Paulo Costa :
e quanto a duvidas eu no que puder ajudo.


Olá, viva!

Paulo Costa, se fosse possível, podia comentar as duas questões seguintes:

1 – Você já referiu que cultiva o Casca de Carvalho, o que eu queria saber é quantos frutos, normalmente, tira por cada pé desta espécie (média)?!?
2 – As meloas são muito fáceis de saber quando estão maduras (basta esperar que o pedúnculo se desamarre. Mudam de cor e ganham odor), ora, nos melões já não é assim tão fácil, pois não se pode esperar no pedúnculo, e eu gostaria que você desse aqui a sua opinião nesta “manha”?!?
Antecipadamente, os meus agradecimentos”
Saudações,
António

Boas António

Normalmente só deixo 2 ou 3 frutos em cada pé, quantos menos melhor, porque se deixar muitos pode acontecer de os frutos murcharem como aqui ja o referiu dizendo que talvez seja da polinização mas eu penso que não, porque acontece muitas vezes isso comigo e alguns desses frutos ja medem cerca de um palmo, penso eu que e devido à força da terra e da planta que não aguenta para conseguir vingar estes mesmos...para saber se ja estão maduros eu vejo pelas folhas que estão perto do fruto que normalmente começam a secar, pelo cheiro (que e o mais certo), também apertando-o levemente, se o melão ceder está bom se estiver duro é melhor esperar mais uns dias e se ja o tiver colhido e duvidas abano o melão e se ouvir as sementes e sinal que estas ja estão soltas e o melão esta maduro...Pode também verificar pela cor que fiva com um tom mais amarelado por fora excepto na raça de Barcelos que a casca e mesmo verde e não costuma mudar de cor.

atentamente:

Paulo Costa
Olá, viva!

Paulo Costa, EXCELENTE esta sua ajuda!!! O meu agradecimento sincero por partilhar esta informação!
Vou-lhe ser sincero: como já havia referido, eu nas meloas “já me sinto como peixe na água”, agora nos melões…está bem, está… ainda tenho muito que aprender!
Muita gente ( e até eu de inicio) julga que cultivar melões é o mesmo que cultivar meloas, mas não é bem assim; os melões são mais “manhosos”, e exigem “um olho apurado”, que não se obtêm do dia para a noite…precisa de prática para se obter este saber!
Esta informação que você partilhou, para um aprendiz como eu, e se por acaso não tivesse Internet, levar-me-ia meia dúzia de anitos…até descobrir “este olho apurado”.
Julgo que não serei o único que frequenta este espaço, que ficou a ganhar com estas informações?...
A minha intenção também é essa – partilhar o pouco que sei com quem pouco menos sabe! E claro, obter informação para partilhar, de quem sabe mais.
Saudações,
António



Já estive a ver vários comentários à cerca de capar melões e quase todos vêm dar ao mesmo (capar à 3ª ou 4ª folha) e este para mim deve ser o mais eficaz, porque na realidade tem a sua lógica porque ao suprimir os tais ( (http://pt.wikipedia.org/wiki/Cotil%C3%A9done)
Já estive a ver vários comentários à cerca de capar melões e quase todos vêm dar ao mesmo (capar à 3ª ou 4ª folha) e este para mim deve ser o mais eficaz, porque na realidade tem a sua lógica porque ao suprimir os tais  aí não vai dar origem a nascerem também outros ramos mãe como os que nascem nas axilas das 2 primeiras folhas verdadeiras. Vou ver os resultados este Ano capando os melões desta mesma maneira como acima o referiu...espero bom resultados e obrigado pela dica.
Paulo Costa a 31 de Maio de 2010 às 23:00


Ontem capei à terceira folha um melão que era para não capar (ainda me resta um da mesma espécie por capar), assim poderei ver qual o melhor resultado.
É verdade que possuo várias espécies, mas já foram quase todas capadas, só este que referi em cima, e que cultivo 4 pés, é que servirá para compreender melhor a "manha": Um sem capar, dois capados à segunda folha, e o último capado na terceira folha.
Aver vamos... 


Assim é que está correcto!
Nem como moderador posso corrigir os erros... porra sapo... 

Olá António.

Entendido sim senhor. Acho que este ano vou seguir o seu conselho e vou capar um ou dois pés para ver o que dá primeiro e quantidades.
Em relação aos tomates os meus "mexicanos" estão quase em vias de irem para a terra. Já vão tarde mas este ano é apenas uma experiência.

Cumprimentos. Boa monda. Joba

Que violencia para com os tomateirinhos e meloeirinhos!
Estou a brincar eu também andei a tirar, no domingo passado, uns ramos que lá estavam a mais. Mas eu não estudei como você, só faço como fazia o meu avô, tiro os ramos que crecem por baixo dos que já estão a dar flor, vamos ver se resulta.
Até sempre porque? não seii!
Cumprimentos? larguras? é tudo igual...
eugenia

9 comentários:

Anónimo disse...

Olá,

Desde já os meus parabéns pelo excelente blog que aqui tem, tem-me ajudado imenso. Será que não se importava de fazer um video, demonstrando passo a passo a poda dos melões ? é que mesmo assim ainda me sinto inseguro de ir lá cortar a planta...

Continue com o seu excelente blog, e Felicidades :D

Paixão da Horta disse...

Viva,
Não leve a mal o que eu vou dizer mas é a minha percepção: Se você não conseguiu perceber com as imagens (fotos), então ainda menos conseguirá com um vídeo...
Eu acho que uma imagem pode ser mais explícita do que um filme!
Em todo o caso eu ainda nem sequer semeei cucurbitáceas. E se não estou em erro (?), a altura que eu tenho capado (podar) os melões é finais de Maio, princípios de Junho.
Mas aceito ajudar (se nessa altura andar cá pela internet, pois eu já avisei que "quero férias", longe da dita-cuja...)!
Faça-mos assim: quando tiver melões do tamanho do da segunda imagem (ver link que deixo no final), você faz 3 ou 4 fotos, mais aproximadas do que a imagem que refiro, depois faz-me "um sinal aqui" para combinarmos um e-mail, e depois você envia-mas e eu no Paint marco onde se deve podar e envio-lhe de novo as fotos (imagens)!
Já não é nada mau, hein!
Saudações,
António

http://paixaodahorta.blogspot.com/2010/05/capar-meloes-etc-parte-ii.html

cristiana martins disse...

Ola a todos, este é o meu primeiro ano a cultivar melões, mas acho que já vou atrasada, pois ainda nao plantei as sementes... amanhã vou colocar num recipiente as sementes e tapa-las com um plastico para o tal efeito de estufa. Gostaria de saber mais informações, sera que me podem dar o mail para falarmos melhor, sou do porto e ainda tenho muitas duvidas, apesar de este blog ser fantastico. Muitos parabens.
Cristiana Martins

Paixão da Horta disse...

Olá,

Só para dizer que lhe respondo amanhã (hoje)!
Saudações

Paixão da Horta disse...

Olá Cristiana,

Bem-vinda à "minha horta"!
Olhe, então já somos dois a não ter ainda plantado cucurbitáceas!
Eu não estou muito preocupado pois se não as degustar em Julho "enfardo" meloas em Agosto. E se não comer melancias em Agosto então fica para Setembro.
Em todo o caso darei início nos próximos dias (tenho de ver Lua), e será na lua Quarto Crescente (onde "me sinto" mais à vontade na sementeira de cucurbitáceas).
Se reparar nos almanaques hortícolas portugueses, pelo menos até ao mês de Maio que se aconselha ao cultivo de melões/meloas, pepinos, courgettes, melancias, etc! É verdade que se pode semear mais cedo mas isso é em abrigos (estufas), pois se for para semear directamente na horta/campo então o aconselhável é inícios de Maio.
Eu não tenho exposto no blog e-mail por dois factos:
1 – Porque os amigos do alheio…me enchem o mail de publicidade (e alguma maliciosa). Há duas semanas atrás eliminei a minha conta mail mais antiga (Hotmail) exactamente porque aquilo já parecia o “Canal Publicitário” da Assembleia da República…
2 – Porque evito falar com os visitantes em privado SE as questões poderem ser uma mais valia para público em geral, e desta forma não ter que me repetir no blog e no mail.
Em todo o caso deixo-lhe aqui um endereço mail que já não utilizava à longos meses, e que até pensei que estava desactivado. Para um primeiro contacto serve este, e depois como é uma conta/mail que já não lhe dou 10 tostões por ela…posso sempre apagá-la a qualquer momento.
ahortadavo@sapo.pt
Saudações,
António

Paixão da Horta disse...

Então Cristiana, desistiu das questões?!?

Jorge Vale disse...

Boa noite,
Sou um apaixonado pelo melão casca de carvalho e como tal o ano passado fiz uma plantação onde tive alguns frutos, mas tive muitos problemas.
Muitos dos frutos ainda com a flor aberta começavam a ficar amarelos e "morriam.
As folhas de um dia para o outro ficavam todas cinzentas pareciam que tinham sido queimadas.
será que me podem dizer o que devo fazer para este ano não me acontecer o mesmo?

hugo disse...

boa noite

o que acontece se podar mos na 2 folha?

cump

Paixão da Horta disse...

««boa noite

o que acontece se podar mos na 2 folha?

cump»

Não percebi ("2 folha"? qual 2 folha??)...

CAPAR MELÕES = DESENHOS